quinta-feira, 4 de junho de 2015

árvore-sendo

"para entrar em estado de árvore é preciso partir de
um torpor animal de lagarto às três horas da tarde, no
mês de agosto.
em dois anos, a inércia e o mato vão crescer em nossa boca.
sofreremos alguma decomposição lírica até o mato sair na voz."
manoel de barros





[from the inside]

será que começo a alcançar o que falta ao poeta para árvore?

.

de toda forma,

o corpo da mulher
agora se dispõe a frutos:

poesia há de nascer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário